domingo, 26 de abril de 2015


Acolher as crianças com propostas encantadoras...



https://lh3.googleusercontent.com/-Aphcw81WPNk/TXBB3ruYwiI/AAAAAAAAABk/-L3pq3Bqjjg/s320/terra+e+%25C3%25A1gua.jpg

https://lh5.googleusercontent.com/-B76XYTSuhNk/TXBAVDuIGdI/AAAAAAAAABY/93DmVfs7GLo/s320/P250211_09.21.jpg

https://lh5.googleusercontent.com/-Lj53h9NTZHE/TXBAr2yp6dI/AAAAAAAAABc/cWRTtrO4Edw/s320/P250211_09.14_%255B02%255D.jpg



Nas primeiras semanas das crianças na escola fiz uma proposta um tanto simples, mas que sempre é bem recebida. Brincar com água e terra: ”barro”.

No início juntaram montanhas de terra e foram acrescentando a água. Daí, começou a surgir o barro: às vezes mais líquido, às vezes mais consistente.

Notei as crianças num primeiro momento experimentando, amassando, misturando e percebendo a textura do barro líquido e áspero.

Depois começaram a criar formas, tecer histórias com os amigos, ir em busca de outros elementos para compor a brincadeira (pedrinhas, gravetos, folhas...), deixaram marcas com os dedos e mãos, além de demonstrar ao final da proposta imensa satisfação por aquele momento, já pedindo para brincar com barro numa próxima vez...

Nenhum comentário:

Postar um comentário